Anais do Lü Buwei | Traduzido por João Knoblock e Jeffrey Riegel

Esta é a primeira tradução completa em inglês do Lüshi chunqiu, compilado em 239 b. c. sob o patrocínio de Lü Buwei, o primeiro-ministro para o governador do estado de Qin, que se tornou o primeiro imperador de um recém-unificada China quinze anos mais tarde. Lü manteve um grupo de estudiosos cujo objetivo era abranger o conhecimento do mundo em uma grande enciclopédia; tão encantado ficou Lü com o trabalho acabado que ele teria oferecido um fabuloso prêmio de ouro a qualquer um que pudesse adicionar ou subtrair até mesmo uma única palavra.Um compêndio excepcionalmente rico e abrangente, Os Anais de Lü Buwei narra em prosa envolvente, direta e legível a grande variedade de crenças e costumes de seu tempo. O trabalho é um dos grandes monumentos do pensamento Chinês, uma obra de originalidade e de coesão, inspirada por uma visão de um império universal governado por princípios que asseguram a harmonia entre o homem e a natureza, a protecção da vida humana e de animais, dedicado à aprendizagem e cultura, praticar a benevolência e a bondade, e motivado pela razão e pela moral.Além de revelar um estado avançado de conhecimento técnico, Os Anais estabelecem uma filosofia de governo adequada ao controle centralizado que o estado Qin estabeleceria posteriormente. Também levou em consideração todas as tendências filosóficas da época, às vezes adaptando temas, às vezes combinando ideias que não haviam sido associadas anteriormente, às vezes rejeitando e refutando posições que estavam em conflito com sua visão básica. Como Lü visava a abrangência, seu trabalho preservou uma série de sistemas de pensamento que, de outra forma, são desconhecidos ou pouco conhecidos. Os Anais, portanto, fornecem uma ferramenta essencial para quem busca reconstruir as controvérsias filosóficas do terceiro século aC. Ao mesmo tempo, o compêndio de Lü proclama suas posições filosóficas independentes e altamente originais. Hoje, com a maioria das obras da filosofia clássica chinesa há muito perdida, Os Anais de Lü Buwei permanecem indispensáveis como uma summa do mundo intelectual chinês de sua época.