Lynn Conway | Centro Nacional para Mulheres e Tecnologia da Informação

Assistir Lynn Conway Cúpula da entrevista aqui

Depois de estudar física no MIT e ganhar a sua BS (62) e MSEE (63), na Universidade de Columbia Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas, Lynn entrou IBM Research em Yorktown Heights, nova york. Enquanto trabalhava no projeto Advanced Computing Systems da IBM, ela fez contribuições fundamentais para a arquitetura de computadores. Infelizmente, a IBM demitiu Lynn quando ela passou por uma transição de gênero em 1968.

uma sobrevivente corajosa, Lynn começou sua carreira novamente como programadora contratada em uma nova identidade secreta. Avançando rapidamente, ela logo se tornou uma arquiteta de computadores na Memorex Corporation, mas também começou décadas vivendo com medo de ser “eliminada” e perder sua carreira novamente. Recrutado pelo Xerox Palo Alto Research Center (PARC) em 1973, Lynn inventou regras de design escaláveis para o design de chips VLSI, tornou-se o principal autor do seminal Mead-Conway text Introduction to VLSI Systems, e em 1978, enquanto servia como Professor Associado visitante da EECS no M. I. T., foi pioneiro no ensino desses novos métodos.

Lynn ensinamentos rapidamente se espalhou para mais de 100 universidades, o lançamento de uma revolução em VLSI microchip de design durante a década de 1980. De volta ao PARC Lynn também inventado e, em 1979, maciçamente, demonstrou-internet-e-commerce de infra-estrutura para rápida de chip de prototipagem, assim, gerar o MOSIS Sistema e o “fabless-design + silício-fundição industrial paradigma moderno de semicondutores-chip de design e fabricação.

como Diretor Assistente de computação estratégica na DARPA, Lynn criou a meta-arquitetura e liderou o planejamento da Strategic Computing Initiative, o principal esforço do Departamento de defesa em 1980 para unir a base tecnológica para sistemas modernos de armas inteligentes. Em 1985 ingressou na Universidade de Michigan como professora de EECS e Reitora associada de Engenharia, continuando silenciosamente sua distinta carreira. Agora Professora Emerita, ela mora com seu marido engenheiro Charles Rogers em sua herdade de 24 acres na zona rural de Michigan. Eles estão juntos há mais de 29 anos.

quando Lynn se aproximava da aposentadoria, ela enfrentou ‘outing’ quando relatórios sobre seus primeiros trabalhos na IBM começaram a surgir. Com um crescente sentimento de orgulho por suas realizações, ela superou seus medos, saiu silenciosamente pela internet e gradualmente criou um grande site de defesa de transgêneros. Traduzido por voluntários em muitas línguas, seu site rapidamente se tornou um farol de esperança e incentivo para transicionários de gênero em todo o mundo e um ponto focal trans para ajudar a expor a loucura de gênero na psiquiatria americana.

Desde Lynn “, não como um engenheiro” de volta no dia, do Vale do Silício experts eram ignorantes sobre suas realizações na década de 1970. Isso começou a mudar em 2012, quando Lynn publicou seu “VLSI Reminiscências” em uma edição especial do IEEE Circuitos de Estado Sólido Revista, revelando como enrustidos e escondidos por trás das cenas – e ela concebeu ideias e orquestrada os eventos que varreu e remodelou toda uma indústria.

Um Life Fellow do IEEE, membro da AAAS, Membro do Hall de Bolsistas do Computer History Museum e eleito para a Academia Nacional de Engenharia, Lynn tem também recebeu diplomas honorários do Trinity College, em Illinois Institute of Technology, da Universidade de Victoria, e da Universidade de Michigan. Premiada com a Medalha James Clerk Maxwell de 2015 pelo IEEE e pela Royal Society of Edinburgh, sua citação incluiu estas palavras:

“sua influência na engenharia elétrica moderna é profunda e profunda, indiscutivelmente na escala de Armstrong e Steinmetz.”